O Programa de Integração Social, também conhecido pela sigla PIS 2020, é um benefício concedido anualmente aos trabalhadores de empresas privadas. O PIS 2020 é um benefício que busca estimular o funcionário a fazer parte da vida da empresa.

O PIS 2020 é considerado um décimo quarto salário por muitos. Estar informado acerca desse benefício é crucial para que não passe da data limite do recebimento. Por isso, preparamos este artigo com todos as informações sobre o benefício.

PIS 2020

PIS 2020 – Abono Salarial Caixa e Calendário PIS 2020


PIS 2020

O PIS 2020 é um benefício destinado aos trabalhadores de empresas privadas. Embora possua objetivos simulares, o PIS é diferente do PASEP – geralmente é nomeado como PIS/PASEP, ou simplesmente Abono Salarial 2020.

Neste caso, o PASEP é concedido aos servidores públicos. O PIS é administrado pelo Ministério do Trabalho e da Fazenda, e pago pela Caixa Econômica Federal, instituição financeira responsável pelas transações.

Atualmente, são 22,3 milhões de trabalhadores que possuem direito ao PIS. Anualmente, é destinado mais de R$14,9 bilhões para o pagamento dos beneficiários. Gerando assim um retorno significativo na economia, já que boa parte desse dinheiro será gasto no comércio.


Diferença entre PIS e PASEP

Ambos os benefícios possuem regras muito similares e atendem a públicos muito parecidos. Por isso, frequentemente ouvimos falar na expressão PIS PASEP ao se referir ao benefício.

Entretanto, é preciso destacar que os benefícios são distintos e possuem regras ligeiramente diferentes.

PIS

O PIS é um benefícios com valor máximo de até 1 salário mínimo para trabalhadores da iniciativa privada com renda mensal de até 2 salários mínimos.

Ele é pago pela Caixa Econômica Federal e suas datas de pagamento seguem o calendário PIS 2020, leva em consideração a data de nascimento do trabalhador para definir as datas de saque.

PASEP

O PASEP 2020 é um benefícios com valor máximo de até 1 salário mínimo para trabalhadores do setor público com renda mensal de até 2 salários mínimos.

Ele é pago pelo Banco do Brasil e suas datas de pagamento seguem o calendário PASEP 2020, leva em consideração o último dígito do número do PIS/PASEP do trabalhador para definir as datas de saque.


Quem tem direito ao PIS 2020?

Para saber quem ter direito ao PIS 2020 é preciso que esteja em conformidade com algumas regras definidas pelos órgãos competentes. Para ter acesso ao PIS 2020 é preciso que:

  • O cidadão que tenha feito o cadastro PIS 2020 que esteja ativo por, no mínimo, cinco anos;
  • Ter exercido atividade remunerado por, no mínimo, 30 dias no ano de apuração.
  • Ter tido uma renda mensal equivalente ou menor do que dois salários mínimos.
  • O seu vínculo empregatício precisa ter entregue a Relação Anual de Informações Sociais, também conhecida pela sigla RAIS, ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Quem não tem direito ao PIS 2020?

Nem todos os trabalhadores terão direito a sacar o abono salarial Caixa. Algumas categorias de trabalhadores não têm direito ao benefício, e em alguns casos, o trabalhador pode não se enquadrar nas regras para receber o PIS 2020.

Confira abaixo a lista de condições que podem proibir o trabalhador de receber o abono PIS:

  • Trabalhadores que tiveram a carteira assinada por pessoa física ao invés de pessoa jurídica (ex. empregadas domésticas, diaristas, etc.);
  • Trabalhadores com renda mensal que supere a faixa de 2 salários mínimos ao mês;
  • Trabalhadores que tiveram a carteira assinada por empresa do setor público ao invés da iniciativa privada;
  • Trabalhadores que ainda não possuem 5 anos de cadastro no PIS;
  • Trabalhadores em regime de estágio ou aprendizagem, ou ainda, com carga horária reduzida;
  • Trabalhadores informais, isso é, contratados sem carteira assinada.

Calendário PIS 2020

Já está disponível o novo calendário PIS 2020, divulgado pela Caixa Econômica Federal, em parceria com o Ministério do trabalho. Segundo o novo calendário de 2020, os pagamentos do PIS 2020 começam em Julho de 2019 e vão até Março do ano seguinte.

Mês de Nascimento Início do Pagamento Crédito em conta Prazo de saque
​Julho ​25/07/2019 ​​23/07/2019​ 30/06/2020
​Agosto ​15/08/2019 ​​13/08/2019​ 30/06/2020
​Setembro ​19/09/2019 ​​17/09/2019​ 30/06/2020
​Outubro ​17/10/2019 ​​15/10/2019​ 30/06/2020
​Novembro ​14/11/2019 ​12/11/2019 30/06/2020
​Dezembro ​12/12/2019 ​​10/12/2019 30/06/2020
​Janeiro 16/01/2020 14/01/2020 30/06/2020
​Fevereiro 16/01/2020 14/01/2020 30/06/2020
​Março 13/02/2020 11/02/2020 30/06/2020
​Abril 13/02/2020 11/02/2020 30/06/2020
​Maio 19/03/2020 17/03/2020 30/06/2020
Junho 19/03/2020 17/03/2020 30/06/2020
  • Tem direito a sacar o benefício no Mês de nascimento todos os trabalhadores nascidos entre Julho e Dezembro;
  • Quem nasceu entre os meses de Janeiro a Junho, pode sacar no primeiro semestre do ano seguinte.

Nos primeiros 3 meses de 2020 também serão liberados os pagamentos remanescentes do PIS 2019, para todos os beneficiários do abono salarial do que não receberam o benefício até o final do ano.

Todos os beneficiários – tanto os do calendário 2019 quanto os do calendário PIS 2020, já terão direito a sacar o abono salarial reajustado pelo novo valor do salário mínimo 2020.


Novas Regras PIS 2020

Desde 2015, o pagamento do PIS é feito com base no tempo de serviço do trabalhador no ano base.

Dessa forma, cada 30 dias com a CTPS assinada dão ao trabalhador à 1/12 do valor integral de 1 salário mínimo do ano vigente.


Valor do PIS 2020

Confira abaixo a tabela de valor do salário mínimo 2020 com base no tempo de serviço do trabalhador no ano base. Além disso, o valor do PIS leva em consideração o valor do salário mínimo vigente, que ainda não foi divulgado.

Como dito anteriormente, o valor é proporcional ao tempo de serviço. Portanto, para receber o benefício integral, é necessário ter completado o ano anterior com a carteira assinada.

E o tempo mínimo de carteira assinada para receber o abono salarial 2020 é de 30 dias. Esse tempo, entretanto, não precisa ser consecutivo, podem ser vários períodos somados.

Dessa forma, quanto maior o tempo de carteira assinada durante o ano, maior será o valor do PIS 2020. Isso, é claro, levando em consideração o teto do benefício, que é de 1 salário mínimo.

Tabela do Valor do PIS 2020
Meses trabalhados (dias) Valor Abono
1 (30 a 44) R$ 84,00
2 (45 a 74) R$ 167,00
3 (75 a 104) R$ 250,00
4 (105 a 134) R$ 333,00
5 (135 a 164) R$ 416,00
6 (165 a 194) R$ 499,00
7 (195 a 224) R$ 583,00
8 (225 a 254) R$ 666,00
9 (255 a 284) R$ 749,00
10 (285 a 314) R$ 832,00
11 (315 a 344) R$ 915,00
12 (345 a 365) R$ 998,00

Fique ligado, pois o valor do PIS 2020 varia de acordo com o salário mínimo vigente. Caso haja realiste do valor do piso salarial, postaremos aqui a atualização da tabela de pagamentos.


Consulta PIS 2020 – Como Consultar o PIS

Também é possível realizar a consulta PIS 2020 para saber o valor que você tem direito. Basicamente, existem 4 formas simples de consultar o saldo do abono salarial.

Confira essas formas abaixo:

Aplicativo para Consultar

Pelo aplicativo “Caixa Trabalhador”, disponível gratuitamente em todas as principais plataformas de telefones móveis. Para utiliza-lo basta:

  • Instalar o APP;
  • Digitar o número do PIS;
  • Assim, você terá o saldo do abono salarial.

Consulta PIS por Telefone

É possível consultar o saldo do PIS através do telefone PIS 0800, para isso:

  • Ligue para a central de atendimento pelo número 0800 726 0207;
  • A ligação é gratuita;
  • O atendimento funciona de segunda à sexta, das 08h às 22h.

Consulta PIS pela Internet

Também é possível realizar a Consulta PIS pela Internet sem sair de casa pelo Portal cidadão Caixa. A consulta PIS pela internet pode ser feita a qualquer momento, em qualquer lugar, desde que o beneficiário tenha acesso à internet.

  • Basta clicar no nesse link;
  • Digitar o número do PIS;
  • Cadastrar uma senha, no botão “cadastrar senha”.
Consulta PIS pela Internet

Consulta PIS pela Internet

A consulta do PIS Online leva poucos segundos, e além do saldo e do calendário PIS 2020 você ainda pode conferir o saldo de outros benefícios, como:


Perda do benefício PIS 2020

Em alguns casos específicos, o trabalhador poderá sofre com a perda do benefício PIS 2020. Isso ocorre quando o beneficiário deixa de cumprir alguma das condições de pagamento do calendário do PIS.

Os principais casos em que o trabalhador perde  direito de receber o abono do Calendário PIS 2020 são:

  • Deixar de sacar ou receber o Programa de Integração Social dentro do prazo estipulado pelo Ministério da Economia. Em alguns anos, o MTE estendeu o prazo de saques, mas não existe garantias de que isso ocorra novamente. Portanto, se deixar de sacar até 30 de junho de 2020, o beneficiário pode perder o direito de receber o PIS;
  • Ao deixar de cumprir as regras do Calendário PIS 2020, o trabalhador perderá o direito de sacar o abono salarial. Especialmente nesses casos:
    • Perdeu o emprego ou passou a trabalhar sem carteira assinada;
    • Seu salário passou da faixa de 2 salários mínimos ao mês;

Como realizar saque PIS?

O benefício pode ser recebido em qualquer agência da Caixa ou lotérica, portanto não é difícil como sacar o PIS 2020.

Você poderá receber sua parcela do abono salarial nos seguintes locais de saque do PIS 2020:

  • Agências da Caixa Econômica Federal
  • Pontos de atendimento Caixa Aqui
  • Em toda a rede de Casas Lotéricas da Caixa

Nesses pontos, você poderá sacar seu abono salarial ou mesmo consultar o saldo do seu benefício. Tudo num só lugar, sem precisar perder tempo indo de um lugar para outro.

Para receber o benefício basta ir ao ponto de atendimento e solicitar o saque. Não é preciso nenhum procedimento anterior, como solicitar o abono salarial pela internet, ou consultar o saldo. Basta ir ao ponto de saque e pedir para receber o PIS.

Documentos necessários para sacar o PIS 2020

Para realizar o saque do PIS é necessário portar seu Cartão Cidadão 2020 da Caixa. Além disso, é necessário ter a senha do documento para efetuar o saque e um documento de identidade com foto.

Atenção: Caso o trabalhador não possua o cartão cidadão, o saque deverá ser realizado obrigatoriamente no atendimento da Caixa. Para sacar, é necessário portar a carteira de trabalho e um documento de identificação.

Os documentos de identificação oficias válidos aceitos pela Caixa Econômica Federal para realizar saque são:

  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Carteira de Identidade (RG)
  • Carteira de Trabalho (CTPS modelo informatizado)
  • Identidade Militar
  • Carteira da Identidade de Estrangeiros
  • Passaporte
  • Carteira Funcional reconhecida por decreto

Como sacar o PIS 2020 sem o cartão cidadão?

Para sacar seu abono sem o cartão, é necessário se dirigir ao atendimento de uma agência da Caixa. Você precisa levar consigo um documento de identidade com foto e seu número do PIS.

Em caso de dúvidas, basta levar sua carteira de trabalho, que vale como documento de identidade e também possui o número do PIS.

Como funciona o crédito em conta do PIS?

O crédito em conta é quando o abono salarial é pago diretamente na conta do trabalhador. Ele ocorre se o trabalhador tiver conta corrente individual com saldo superior a R$ 1,00. A conta também não pode estar parada há muito tempo.

Nesses casos o dinheiro cai direto na conta, sem precisar fazer o saque. Portanto, se você tiver conta na caixa, e seu PIS não estiver disponível para saque, confira no seu extrato se ele não foi creditado diretamente na sua conta.